Tipos de Narrador

As histórias que correspondem à narrativa são criadas ou inventadas pelo autor ou escritor (ser humano real) e quem as relata é o narrador, sendo este uma criação – também – do autor.


É sua voz, uma espécie de alma deste, isto é, um modo de que esteja presente ao relato, mas sem se fazer parte ativa do texto que está a criar; desta forma se o autor é uma mulher perfeitamente sua voz pode ser a de um homem ou vice-versa ou adquirir um papel de menino a idoso sem que isto altere o conteúdo,se não que só é um recurso para determinar ao narrador. Leste pode estar dentro da mesma história que conta, sendo uma personagem mais ou vendo os acontecimentos desde afora, tendo sua opinião pessoal dos fatos ou sendo objetivo. A configuração do narrador dependerá das intenções que tenha.

NARRADOR HOMODIEGÉTICO

É o que forma parte da história e classificam-se em:

Narrador Protagonista

É o que relata os acontecimentos em primeira pessoa e participa de forma ativa e principal dos acontecimentos, é por isso que as ações giram em torno dele e a sua proceder; desta forma, vai narrando de modo subjetivo o que vivência e as aventuras ou situações que lhe corresponde experimentar dentro da história.

Narrador Testemunha

Realiza o relato desda outra óptica, isto é, conquanto narra em primeira pessoa já não é ele em quem se centra a ação, se não que vai contando o que vê e acontece a outros personagens dentro da trama; seu papel limita-se a manter informado ao leitor do que ocorre, mas desde o prisma de um espectador, assumindo uma postura mais objectiva.

NARRADOR HETERODIEGÉTICO

Este é um narrador que não faz parte da história e, portanto, conta os fatos desde fora, o que implica a que sua exposição seja em terceira pessoa e de uma forma objectiva; assim mesmo, guarda uma verdadeira distância dos acontecimentos que relata.

Narrador Omnisciente

É o que o sabe tudo, está completamente informado do que sucede dentro da história, já seja de fatos passados, presentes ou futuros. Pode fazer completas descrições dos personagens, pois conhece sua interioridade, sentimentos e pensamentos, o que pode causar uma verdadeira animozidade para algum deles e influir no leitor ou simplesmente dimensionar deles com simpatia e neutralidade.

Narrador Objetivo

É que narrador que vai relatando só o que acontece na exterioridade da história, dando dados específicos e concretos a respeito de lugares ou ações que vão desenvolvendo entre os participantes, sem recorrer à subjetividade nem menos com a intenção de conhecer o que sentem ou  pensam os personagens; isto é porque este narrador não esta dentro da interioridade dos mesmos, é dizer, de sua consciência.